GS1 Portugal promove debate no Infarmed sobre standards na Saúde… pela segurança do Doente

Contando com principais players da Saúde em Portugal, sessão vai analisar casos práticos e impactos para de Diretiva dos Falsificados

As implicações legais da publicação dos atos delegados da Diretiva dos Falsificados (2011/62/UE) para a indústria farmacêutica, os casos de estudo nacionais e internacionais sobre a implementação do Sistema de Normas GS1 em ambiente hospitalar (ex.: Centro Hospital Lisboa Norte, Hospital de Cascais Lusíadas Saúde ou Hospital de Setúbal), o endorsement dos 70 principais players mundiais da Indústria da Saúde aos standards globais ou ainda os desafios da identificação e codificação na indústria de Dispositivos Médicos em Portugal. Estes são alguns dos temas em foco no III Seminário Internacional de Saúde – Standards ao Serviço da Segurança do Doente, sessão promovida pela GS1 Portugal e que decorre esta quinta-feira, 23 de junho, das 9h às 18h, no Auditório no Infarmed.

Reunindo os principais players e Stakeholders da Saúde em Portugal, estão já confirmadas, entre outras, as presenças de Guy Villax, Chairman RX-360 Consortium & CEO Hovione, Martin Eckert, Global Pharma Expert & Director, Ulrike Kreysa, Vice-Presidente, GS1 Healthcare, Joan Cahill, da Pfizer (em representação da EPFIA), Nuno Loureiro, Diretor de Logística do CHLN (Centro Hospitalar Lisboa Norte, que inclui Santa Maria), Henrique Gil Martins, Presidente do Conselho de Administração da SPMS, e do Presidente do Infarmed, Henrique Luz Rodrigues – que preside à sessão de abertura.

Consulte a página do evento aqui