Tendo presentes os principais destaques de eficiência da implementação de standards GS1 no circuito do medicamento no Hospital de Cascais, do Grupo Lusíadas Saúde, em 2016, a GS1 Portugal estruturou um projeto que promove a interoperabilidade de unidades de saúde, promovendo a integração.

Com base no projeto piloto que valeu aos Hospital de Cascais um “GS1 Healthcare Award”, a GS1 Portugal concebeu uma abordagem que permite às unidades de saúde a homogeneização dos seus sistemas, através de soluções que permitem “falar uma só linguagem”, assente numa só base de dados-mestre de artigos e num só sistema de códigos, único e inequívoco.

Esta nova abordagem, apresentada na 34.ª reunião do Healthcare User Group (HUG) assenta no recurso a standards GS1, garantindo a rastreabilidade de medicamentos e dispositivos médicos até aos pacientes, a melhoria da transparência do inventário, gestão de stocks e gestão de compras, as retiradas de produto de mercado mais eficientes, precisas e direcionadas, a redução de desperdício e a melhor gestão do tempo dos profissionais de saúde – mais tempo para prestação de cuidados aos pacientes e redução do erro humano.

Este projeto está já em apreciação por algumas unidades de saúde. Para saber mais, por favor contacte m.centeno@gs1pt.org