A inovação continua a apelar aos consumidores impactados pela inflação

Atualmente, manter-se relevante para os consumidores requer um foco contínuo na inovação das marcas. Face às pressões inflacionistas, à disrupção global e aos consumidores cautelosos, muitas marcas podem naturalmente reter a inovação, em particular as pequenas e médias empresas. No entanto, apenas 6% dos inquiridos em todo o mundo são hostis a experimentar coisas novas.

Um estudo da NielsenIQ identifica as prioridades que valem a pena considerar num clima macroeconómico difícil. Como vemos em exemplos reais, o alinhamento com o ciclo de tendências de inovação é uma parte fundamental para as pequenas empresas no sucesso em escala de uma marca.

Consumidores mostram forte procura por novos produtos

Embora seja essencial compreender as oportunidades através das preferências dos consumidores e que marcas estão a marcar o ritmo de crescimento, é igualmente importante alinhar os esforços com as mentalidades de tendência dos consumidores. Conhecer a abertura dos seus consumidores a experimentar algo novo irá orientar a quantidade de esforço necessário para cativar a experimentação da marca.

As conclusões do estudo global da NielsenIQ, a Brand Balanceing Act 2022, confirmam que a maioria dos consumidores hoje em dia procura ativamente produtos novos e modernos no espaço FMCG.

  • 29% são líderes de tendência, que gostam de ser os primeiros a experimentar coisas novas. Adoram “manter-se na crista da onda” e falar aos outros sobre novos produtos;
  • 40% são candidatos à inovação, que tentam acompanhar as novidades e muitas vezes estão à procura de novos produtos;
  • 25% são seguidores tradicionais que às vezes experimentam coisas novas, mas não se esforçam por procurá-las;
  • Apenas 6% são candidatos à rotina que raramente tentam coisas novas. Sabem o que querem e evitam os riscos de comprar algo que pode não resultar.

Sabendo que apenas uma fração de compradores globais são hostis a novos produtos neste momento, é importante pensar conceptualmente sobre o ciclo em que as tendências podem apelar aos consumidores. É provável que a dúvida comece com líderes de tendência, e algumas marcas podem fazer a ponte entre o interesse e a procura por inovação. Mas para muitos, é difícil compreender o verdadeiro interesse global. As poucas marcas que conseguem sustentar o ímpeto devem manter uma sensação de novidade para os mais experientes, enquanto tentam ganhar a confiança dos seguidores globais e dos que procuram rotinas.

Nicho não: Inspiração para a inovação de pequena marca

Em muitos casos, alguns dos mais recentes e específicos conceitos de produtos começaram com pequenas marcas que possuem oportunidades de nicho. A NielsenIQ identificou várias pequenas marcas recentes que têm escalado com sucesso, de nichos de mercado para o interesse geral. Aprender com exemplos pode ajudar as marcas mais pequenas de hoje, e as marcas maiores interessadas, a identificar melhor as oportunidades que detêm o potencial de escalar para além do nicho.

Todos os exemplos de pequenas marcas que se seguem têm encontrado sucesso a partir de mercados de nicho. Cada um ganhou reconhecimento como vencedor do prémio BASES Top Breakthrough Innovations, em 2021.

Exemplos de marcas mais pequenas que inovaram com sucesso

As conclusões óbvias dos casos de estudo (ver original) mostram-nos que, ao aprimorar as oportunidades, existem necessidades extremamente específicas dos compradores que muitas vezes foram cumpridas de forma única por marcas mais pequenas. Um fator-chave de crescimento foi a sua capacidade de responder a um dos pontos fortes que desencadeiam tendências:

  • Aproximar da gama premium, exclusivamente: a qualidade do produto e o alinhamento dos valores foram particularmente importantes para os consumidores que mais procuraram tendências. As pequenas marcas referidas alcançaram um amplo grupo de consumidores devido ao seu “valor acrescentado” e à sua abordagem “premium-para-todos”;
  • Voltar a moldar o pensamento saudável: os consumidores estão hiperconscientes dos valores e benefícios oferecidos pelas marcas que compram. Com a priorização da saúde e o bem-estar, as marcas têm a oportunidade de introduzir formas inovadoras para os consumidores satisfazerem as suas necessidades. Os nossos exemplos de produtos aproveitaram mensagens ousadas para educar os consumidores numa oferta única que preencheu um vazio;
  • Apostar no local: 56% dos inquiridos disseram preferir comprar produtos produzidos localmente a pequenas empresas da sua área. Isto foi especialmente importante para os líderes de tendência (67%) e para os candidatos à inovação (57%). O nosso caso de estudo utilizou esta força para recrutar novos consumidores na sua categoria e identificar onde tem vantagens sobre as grandes multinacionais.

A linha de fundo da inovação da marca

Os candidatos às tendências são a nova maioria, com quase 7 em cada 10 inquiridos a afirmarem procurar ativamente o que é novo e está na moda. Numa altura em que a inflação está a obrigar os clientes a tomar decisões difíceis na loja, é importante equilibrar as intenções cautelosas com os desejos crescentes de agitar as rotinas de compra. Para ter sucesso num clima difícil, é necessário desencadear a inovação da marca considerando a procura atual por experimentar coisas novas.

Artigo completo disponível em https://nielseniq.com/global/en/insights/analysis/2022/brand-innovation-continues-to-appeal-to-inflation-impacted-consumers/