Benchmarking Supply Chain: uma ferramenta de gestão

A equipa de estudos da GS1 Portugal está a preparar a 11ª edição do benchmarking do setor de grande consumo. 

Trazemos-lhe um resumo das vantagens deste serviço que ajuda as empresas a identificar os pontos fortes e de melhoria na relação com os seus parceiros de negócio.

O que é o Benchmarking Supply Chain?

É um projeto anual, inserido no setor do retalho, que tem como objetivo avaliar a performance em temas como logística e cadeia de abastecimento. Nele participam fornecedores e retalhistas que, através de uma avaliação mútua, conhecem a sua posição relativa à concorrência, permitindo um conhecimento detalhado dos pontos fortes e dos aspetos a melhorar nos seus fluxos logísticos. 

O benchmarking do setor de grande consumo constitui já uma ferramenta estratégica, baseada em dados quantitativos e qualitativos, para as empresas participantes. 

Empresas participantes

Como se verifica no gráfico, existe uma maturidade do estudo comprovada pelo aumento de participantes, com participantes fiéis desde a primeira edição. 

Evolução dos participantes do benchmarking do setor de grande consumo, desde a primeira edição

 

Empresas participantes 2022
Fornecedores Retalhistas

 

Ferramenta estratégica – testemunhos

Ver testemunhos »

 

Conclusões Benchmarking Supply Chain 2022

A análise deste estudo pode ser feita em duas esferas: prioridades e resultados dos participantes. 

Para os retalhistas, as prioridades centram-se no cumprimento das entregas no que respeita aos dias e prazos, estado e respetivo suporte da mercadoria na receção e cumprimento das encomendas no dia-a-dia mas também períodos promocionais. 

Para os fornecedores, para além da entrega, destacam-se os temas da comunicação, alinhamento da informação e gestão administrativa. 

Retalhistas                 Fornecedores

Apesar do tema entrega ser comum para ambos, para os fornecedores a prioridade está na agilidade das descargas e no tempo de espera até ao processo de descarga. 

Em termos de resultados globais, verifica-se uma maior complexidade nos requisitos que devem ser satisfeitos associados à multiplicidade de retalhistas participantes.  

Os resultados dos fornecedores mostram avaliações médias mais altas nos temas prioritários. É importante destacar que os temas relativos ao acondicionamento da mercadoria, qualidade das caixas e estado das paletes foram os temas que mais subiram de importância em comparação com o ano anterior e são os temas, em média, menos bem pontuados. 

Numa perspetiva geral, os retalhistas atribuem avaliações mais altas aos fornecedores do que se verifica na avaliação inversa. 

Próxima edição

Numa perspetiva de melhoria contínua, existe o compromisso de ajustar o estudo às necessidades dos participantes e, por isso, cada estudo é uma novidade.

A equipa está agora numa fase de preparação da próxima edição, o momento ideal para nos contactar, esclarecer todas as questões e obter mais informações. 

Caso pretenda saber mais sobre este estudo, por favor, contacte a equipa responsável através do benchmarking@gs1pt.org.