“Continuamos a proporcionar um excelente serviço aos nossos clientes e (…) a melhorar de ano para ano”

Conheça a perspetiva de Pedro Ferreira, Retail Business Unit Director da teva, empresa vencedora no canal Grupos de Farmácias sobre a participação no Benchmarking Saúde e sobre o prémio atribuído. Como destacou, a teva continua a “proporcionar um excelente serviço aos nossos clientes e (…), globalmente, (…) a melhorar de ano para ano”.

  1. Há quantos anos participa a teva no Benchmarking Saúde?

Iniciámos a nossa participação em 2019.

  1. O que motiva essa participação?

Participamos para perceber a nossa posição competitiva no mercado e, com essa informação, modelar a nossa abordagem ao mercado.

  1. Que impacto tem no planeamento da vossa atividade a participação da teva Portugal no Benchmarking Saúde?

O estudo Benchmarking Saúde é muito relevante porque é feito por uma entidade externa e com credibilidade no mercado, com informação objetiva e com uma base de repostas que suporta os resultados, não enviesando as respostas dos nossos clientes. Por outro lado, não é a nossa única fonte de informação para a tomada de decisão, é complementar a outras fontes de informação.

  1. As equipas aderem a esta iniciativa? É fácil a mobilização?

Sim, como não existem muitos estudos sobre o mercado de medicamentos genéricos, a mobilização é fácil.

  1. Pela maturidade que a teva tem no segmento de genéricos, agora complementada com o desafio de entrar no segmento de OTC, o canal grupos de farmácias é estratégico para a teva?

O fenómeno dos grupos de farmácias em Portugal não é novo, e a teva desde sempre acompanhou os grupos de farmácia. Iniciámos este projeto com a introdução da figura do Key Account Manager (KAM), na nossa estrutura organizacional, em 2006, para acompanhar devidamente este segmento de mercado. Sempre considerámos os grupos de farmácia um segmento fundamental para o desenvolvimento do mercado.

  1. A teva foi uma das empresas com melhor desempenho na 7.ª edição do Benchmarking Saúde da GS1 Portugal. Que prémio vos foi atribuído e o que significa?

O prémio que ganhámos foi de melhor parceiro nos Grupos de Farmácia. Este prémio significa que estamos no bom caminho, mas ainda temos espaço para melhorar.

  1. No que vos diz respeito, quais as conclusões mais relevantes da 7.ª edição do estudo?

Das conclusões destacamos que continuamos a proporcionar um excelente serviço aos nossos clientes e que, globalmente, estamos a melhorar de ano para ano. Estamos orgulhosos por continuar a contribuir, conjuntamente com todas as farmácias, para um melhor serviço às comunidades que servimos.

  1. Perante o atual contexto, que tendências admite possam vir a marcar a próxima edição?

O atual contexto traduz uma realidade que se tem vindo a agudizar. O crescimento da população mundial e o envelhecimento da população são dois fatores que levam a um aumento do consumo de medicamentos para que as cadeias de produção não estão capacitadas para responder. A isto acresce o aumento da inflação, que veio trazer novos desafios a esta cadeia já de si sobrecarregada. Tudo isto leva a que exista falta de medicamentos nas farmácias, sem solução para breve à vista. No entanto, na teva continuamos a trabalhar todos os dias para resolver os problemas mais imediatos da cadeia de abastecimento.