GS1 Portugal socialmente responsável

Ser socialmente responsável é, hoje, uma preocupação de qualquer organização. Neste sentido, a GS1 Portugal também tem procurado contribuir para melhorar o dia a dia da comunidade em geral. São diversas as ações que a organização tem desenvolvido das quais se destacam duas, em particular, por aliarem o Sistema GS1 a causas sociais.

A implementação do Sistema GS1 na gestão de inventários foi o trabalho levado a cabo com a ENTRAJUDA e Crescer Bem, duas associações de apoio social.

No primeiro caso, a GS1 Portugal em colaboração com um parceiro tecnológico, desenvolveu e implementou um projeto-piloto de codificação para a identificação de equipamentos eletrónicos rececionados no armazém da ENTRAJUDA. Foi desenhado um processo à medida que permite a identificação dos materiais, possibilitando a sua rastreabilidade desde a chegada ao armazém até á entrega às instituições. Isto é, através do Sistema GS1, passa a ser possível saber de onde veio o equipamento e qual o seu destino. O projeto está em fase de testes, prestes a ser concluído.

A ENTRAJUDA é uma Associação para o Apoio a Instituições de Solidariedade Social que recolhe bens para doar a instituições de apoio social.

No caso da Crescer Bem, entidade que tem como missão capacitar a família de forma personalizada, para que adquira autonomia e independência, permitindo à criança crescer com dignidade, foi desenvolvido um processo, também à medida, para identificação e gestão de roupa infantil rececionada e, posteriormente, doada.

Recorde-se que foi notícia, na última edição do Observatório de Tendências, o trabalho da equipa da GS1 Portugal para recuperar um espaço exterior de um infantário em Lisboa (ver notícia)