Invasão da Ucrânia reflete-se nas audiências online

O serviço netAudience da Marktest analisou as audiências por tipologia de sites e detetou diferenças de comportamento nas semanas que se seguiram à invasão da Ucrânia pelas tropas russas.

Fonte: Marktest

De acordo com os dados do serviço netAudience da Marktest, relativo aos sites auditados pela empresa, na semana de 4 a 10 de abril de 2022, os sites de informação foram os que receberam mais vistas, num total de quase 19 milhões. Foram seguidos pelos sites de TV, com 13,5 milhões, e de serviços, com 9,8 milhões.

Em pageviews, são estes sites de serviços a liderar, com 161,6 milhões, a que se seguem os sites de rádios, com 48,8 milhões, e de informação, com 47,3 milhões.

A análise semanal destes dados permite detetar tendências e acontecimentos particulares, como foi o caso da invasão da Ucrânia pela Rússia, com início no dia 24 de fevereiro de 2022, e o seu impacto diferenciado nas várias tipologias de sites.

Tal como se evidencia no gráfico abaixo, os sites de TV, assim como os de rádio e de informação, foram os que mais impacto sentiram nas semanas seguintes ao início desta guerra.

Gráfico informativo sobre visitas a sites

Nos sites de TV, observou-se um aumento de 14% no número de visitas na semana de 21 a 27 de fevereiro face à precedente. Nos sites de rádio e de informação, esse crescimento foi de 12%, tendo sido os sites de serviços os únicos a registar um decréscimo, embora pequeno (de 2%), face à semana anterior.

Gráfico de crescimento percentual de utilização de meios

 

O netAudience é um estudo desenvolvido pela Marktest em parceria com a Gemius. A análise refere-se apenas a navegação PC. Contacte a Marktest se pretende mais informações sobre este assunto.