Portugueses têm conta em 6 redes sociais

Primeiros resultados de 2021 do estudo Os Portugueses e as Redes Sociais revelam que os portugueses têm uma média de 6 contas em redes sociais, mais do dobro do observado há 10 anos.

Fonte: Marktest

De acordo com os dados do estudo Os Portugueses e as Redes Sociais da Marktest, os portugueses têm, em média, contas criadas em 6 redes sociais. Este número é mais do dobro da média que se verificava em 2011, quando a Marktest começou a produzir este estudo.

Este registo confirma o crescimento do hábito de uso de redes sociais entre nós e ganha ainda maior relevância entre os mais jovens, onde sobe para 9 a média de redes onde têm perfis.

Entre os utilizadores de redes sociais, 93.4% afirmam ter perfil criado no Facebook, o que traduz um crescimento de 1.2 pontos percentuais face a 2020. Seguem-se o WhatsApp, com 82.6% dos utilizadores (mais 2.6 p.p.) e o Instagram, que se mantém como a terceira rede mais utilizada, com 76.1% (mais 2.8 p.p.).

O Twitch e Telegram destacam-se na edição de 2021 do estudo, assumindo-se como as redes sociais cuja penetração em Portugal mais cresceu durante o último ano. O Twitch mais que duplicou os valores do ano anterior, para os 10.1%, enquanto o Telegram quase duplicou de penetração e atingiu os 21.9%, entrando para o top 10.

A análise realizada teve como base os resultados de 2021 do estudo Os Portugueses e as Redes Sociais da Marktest. Este estudo analisa o universo constituído pelos residentes no Continente com idade entre 15 e 64 anos utilizadores de redes sociais.

Os Portugueses e as Redes Sociais é um estudo realizado pela Marktest desde 2011, com o objetivo de conhecer índices de notoriedade, utilização, opinião e hábitos dos portugueses face às redes sociais.

A informação foi recolhida através de uma entrevista online, realizada entre os dias 1 e 14 de julho de 2021, tendo por base um questionário de autopreenchimento. A amostra foi constituída por 800 entrevistas a indivíduos entre os 15 e os 64 anos, residentes em Portugal Continental e utilizadores de redes sociais.

Consulte o folheto de apresentação deste estudo onde encontra mais detalhe sobre as áreas temáticas abordadas e contacte a Marktest para mais informações sobre este estudo.