Recordação seletiva da publicidade?

Embora a publicidade a super e hipermercados seja a mais recordada pelos portugueses, os índices variam segundo o perfil dos indivíduos. Confira os resultados do primeiro semestre do estudo Publivaga da Marktest.

Fonte: Marktest

“A que marcas recorda ter visto, lido ou ouvido publicidade recentemente?” Esta é a pergunta colocada no estudo Publivaga da Marktest, que analisa o Universo dos residentes em Portugal Continental com idades compreendidas entre os 15 e os 74 anos, e que constitui a base do indicador recordação de publicidade genérica.

Analisando os resultados para o primeiro semestre de 2021, vemos que as marcas da distribuição mostram-se as mais presentes na memória dos portugueses, com um índice de 29.7% de recordação genérica.

As marcas de automóveis ocupam a segunda posição, com 10.7% de recordação, seguidas da eletrónica, com 9.6%, das telecomunicações, com 7.5% e do desporto, com 6.6%.

Fonte: Marktest, Publivaga

Mas estes valores são bastante diversos se analisado o perfil dos inquiridos. Embora a recordação à publicidade da distribuição ocupe a primeira posição nos vários segmentos da população, há algumas diferenças interessantes.

Assim, por exemplo, a recordação dos mais velhos à publicidade deste sector é 56% maior do que a média da população. Os homens registam um índice de recordação de publicidade a automóveis 43% acima da média e os jovens obtêm uma recordação de publicidade de desporto que equivale ao dobro do valor médio.

Esta análise tem como base o Publivaga, um estudo regular da Marktest que permite conhecer a recordação e a memorização da publicidade das marcas, sendo um instrumento de referência na medição da eficiência das campanhas publicitárias. A informação apresentada nesta análise tem por base o universo constituído pelos indivíduos residentes em Portugal Continental com idades compreendidas entre os 15 e os 74 anos. Consulte a Marktest para mais informações sobre este assunto.