Redes sociais: números e tendências

A utilização das redes sociais é hoje uma prática quotidiana.  No entanto, este fenómeno é relativamente recente, sendo o LinkedIn, entre as redes mais usadas pelos portugueses, a mais antiga, criada em 2003. Este foi o mote para a apresentação de Esperança Afonso, responsável pelo estudo Os Portugueses e as Redes Sociais, da Marktest, na conferência “Comunicação em Debate”, organizada pelo jornal Meios & Publicidade. Trazemos-lhe agora algumas conclusões da análise de tendências da utilização de redes sociais em Portugal.

Fonte: Marktest

As redes sociais tiveram um crescimento rápido em Portugal, passando de 17.1% de utilizadores em 2008 para 63.6% em 2019, sendo atualmente o acesso bastante frequente e feito através do telemóvel.

Entre os utilizadores portugueses, o Facebook ainda domina mas perde influência, com o Instagram a posicionar-se como rede em ascensão e muito relevante sobretudo entre os mais jovens.

O grupo destes utilizadores mais jovens apresenta um perfil de utilização bastante diverso da média. Mais de metade destes refere o Instagram como rede que utilizam com mais frequência.

Mas, quem usa redes sociais e o que lá faz?

Segundo o estudo Bareme Internet, da Marktest, não há diferenças entre os dois géneros no perfil dos utilizadores de redes sociais portugueses. 66% dos utilizadores tem menos de 45 anos, 53% pertence às classes sociais mais altas e 36% reside nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto.

O acesso a redes sociais é sobretudo feito por telemóvel, entre as 20 e as 24 horas, sendo-lhes dedicado uma média diária de 93 minutos. Sábados e domingos são os dias em que se dedica mais tempo a redes sociais.

58% dos inquiridos pela Marktest indicam ver TV ao mesmo tempo em que acedem a redes sociais e 44% referem ouvir música.

Entre as atividades realizadas nas redes sociais, a troca de mensagens é a mais frequente (por 78% dos utilizadores), seguida de ler notícias em sites de informação (67%) e comentar publicações da rede de contactos (65%).

Para um resumo mais alargado da intervenção da Marktest neste evento, consulte o artigo do Meios & Publicidade, disponível AQUI.

Consulte também o folheto de apresentação deste estudo onde encontra mais detalhe sobre as áreas temáticas abordadas.